Hyrnan

Hyrnan.jpg

Trinta anos atrás, Hyrnan era um ducado próspero, até que coletores de taxas imperiais descobriram que as fronteiras da Floresta Negra estavam erradas. Aventureiros e soldados foram enviados para investigar a situação, mas não obtiveram nenhum resultado, pois os sobreviventes falavam febris de loucura sobre os horrores do local.

O Duque Tunstall Dubhagain enviou uma legião de soldados e lenhadores para resolver o problema, mas após meses de trabalho os oficiais ordenaram uma retirada, temendo um motim dos próprios soldados, que reduziam em número e coragem todos os dias.

Os sumiços estranhos forçaram o duque a ir até a capital pedir ajuda. O Imperador cedeu duas legiões com cinco vezes mais as tropas e um de seus melhores generais, Augustus Marshall, para remediar a situação.

Apesar de enfrentarem os mesmos desafios de antes – criaturas, elfos negros, doenças, sons estranhos e pesadelos – haviam soldados demais para serem detidos. Em 2006, o general recuou as legiões e se instalou como novo governador.

Apesar do problema não estar resolvidos, o império não podia arcar com as despesas dos soldados. A ameaça foi atribuída aos elfos negros, devido às aldeias vazias encontradas no caminho. O general sabia qual era a ameaça e elfos em geral passaram a ser odiados em Hyrnan.

No entanto, o aumento das hostilidades na fronteira com al-Wazif forçou o general a deixar a cidade relativamente desprotegida sem as legiões.

Hyrnan

Banestorm Caldeira Caldeira