Elfos Negros

Elfos_Negros.png

Os “elfos negros” são uma facção dentro da cultura élfica, não uma raça separada. Eles se chamam de Defensores ou os Purificadores, e tendem a formar suas próprias comunidades, desde que o princípio de sua filosofia é xenofobia genocida, primeiro contra orcs, depois contra qualquer um que não seja elfo. Os chefes desse grupo vivem na Floresta Negra, onde enfrentar guerras em dois frontes.

Os Defensores possuem simpatizadores e apologistas espalhados através das sociedades élficas normais, mas nenhum esquece que foram os Defensores que causaram a Banestorm, causando mais dano que uma eternidade de ataques orcs.

Os elfos negros são consideravelmente mais unidos em organização e pensamento do que a maioria dos elfos; outros os consideram conformistas. Ao contrário dos elfos tradicionais, por exemplo, uma comunidade de elfos negros usará coerção física naqueles que não concordarem com as decisões do Conselho.

Os elfos negro defendem suas casas nas florestas com ferocidade e sutileza. Contra grandes grupos, eles usam táticas de terror para que os sobreviventes desencoragem outras invasões. Eles geralmente controlam os animais da floresta e até as próprias árvores. Algumas famílias de elfos negros consistem em lobisomens que levam lobos gigantes da floresta em combate.

Os problemas na Floresta Negra estão levando essas táticas ao limite. Os megalenses agora sabem com quem estão lidando e enquanto os elfos negros são melhores magos, eles estão sobrepujados em números. Alguns líderes dos elfos negros estão desesperadamente procurando por alguma arma-mágica maravilhosa; outros estão planejando uma grande evacuação.

Elfos Negros

Banestorm Caldeira Caldeira